13 de setembro de 2007

Um ano na Alemanha...

Faz precisamente hoje um ano que cheguei a uma estação de comboio sombria chamada Babelsberg onde uma caricata pessoa chamada Franz esperava por mim. Na altura não sabia que a cidade de Potsdam iria ser a minha "segunda casa" durante um ano inteiro.

Fazendo bem as contas das 52 semanas que compõem um ano passei três delas em Portugal, uma em Sevilha e quatro dias na Irlanda. O restante tempo passei na Alemanha a adquirir novos conhecimentos e também a conhecer melhor este país e as suas gentes.

Hoje celebro um ano a trabalhar no PIK. Festejo com os novos amigos que fiz apesar de ter saudades dos que deixei em Portugal. Festejo numa nova instituição apesar de a UTAD ainda me trazer uma ou outra lágrima de vez enquanto.

No final não posso deixar de sentir algum orgulho em mim próprio. Pelo que fiz, pelo que aprendi e pelo que espero alcançar. Depois de sobreviver um ano sem conhecer língua, País ou costumes, depois de estar meses e meses sem ir a casa, posso afirmar que existem no Mundo poucas coisas que me assustam neste momento. Foi talvez esta a maior vantagem desta aventura, perder o medo que às vezes temos de algo que não sabemos muito bem explicar...

Abraços e até breve...

4 comentários:

Ana Raquel disse...

Hallo....
Muitos Parabéns, Luis.
A vida é feita de experiências dái que são apenas mais algumas que vais juntanto....
Fica bem.
Beijinho

amarelinho disse...

Pois... e será necessário dizer que também temos muito orgulho em ti?... agora podemos dizer que passaram 2 ditadores pela Alemanha :)

Tiago disse...

Parabéns Miúdo.... tu mereces!!! Abraço

vitor bruno disse...

Grande Luís! Aguentas te como um verdadeiro "lobo", e se tivesses que cantar aí o hino seria com a raça que o teu post da selecçaõ de rugby bem demonstra!!! Abraço, Força e tenho te como um bom exemplo nessa tua grande aventura! Parabéns... Quanto à làgrima ao pensar na UTAD junta lhe o nó na garganta! Abraço!!!

Trans - Siberiano