13 de fevereiro de 2007

Há coisas...


Há coisas que me fazem pensar
Outras coisas nem tanto,
Algumas fazem-me chorar
E outras rir de espanto.

Há coisas em que acredito
E outras em que não posso crer,
Umas recordo-as num grito
Outras silenciam o meu ser.

Mas a coisa que mais prezo
É aquela que não existe,
Esperança vã no verso que rezo
Um parco lamento que em mim subsiste.

2 comentários:

Tiago disse...

Men, esse parco lamento paga renda? Opha se ele subsite em ti ao menos tens k ter alguma contra-partida finaceira!! Eu n gosto desse tipo de inclinos... as vezes aparecem mas procuro expulsa-los logo alegando que provocam mau estar na vizinhanxa!! Abraxo

Ana Raquel disse...

Vergiss nicht: jede Wolke, so schwarz sie auch sein mag, hat doch ihre Sonnenseite!!!!!
Um pensamento a recordar sp que a tristeza bater à porta....

Trans - Siberiano