14 de novembro de 2006

Meu querido diário II...



Meu querido diário
Não vais acreditar no que me aconteceu,
Hoje ao acordar
Olhei para as nuvens no ar
E o céu desapareceu...

Mas a história não acabou
Pois o pior ainda estava para vir,
Mal mal olhei a minha cama
Aconteceu uma coisa estranha
E esta deixou de existir...

Então fechei os olhos
Com medo que algo mais desaparece-se,
Perdido na escuridão
Embati na mesa e cai no chão
Levantei a cabeça, olhei um espelho e ...

2 comentários:

O Cantinhu do Pisko disse...

... desapareceste? Eu bem te disse que tem de comer mais, tavas a ficar um bocado magro!! Kd desapareceres não vás sozinho... (Mais um lema para juntar ao ..descubrir quem nunca fui) ehehe!! Abraxo

Sofia disse...

Muito giro sr. poeta.

Não serás sonâmbulo? Ou isso foi só um sonho?

Trans - Siberiano