29 de junho de 2006

Memórias de uma noite de S. Pedro...


A fotografia não se refere à noite de S.Pedro passada mas os intervenientes são os mesmos... Seguindo o conselho de uma amiga decidi ir dar uma volta pelas movimentadas ruas de Vila Real na azáfama habitual de uma noite de S.Pedro, devo dizer que nunca demorei tanto tempo a percorrer a Avenida como na noite passada...
No final do meu passeio, ainda a noite era uma criança, encontrei a malta que tão bem ficou na fotografia que vos apresento em cima. Fazendo as respectivas apresentações, e começando da esquerda para a direita temos:
Vitor Sousa, mais conhecido nas hostes femininas por Bitó, exímio tocador de cavaquinho apesar de nunca ninguém o ter ouvido tocar. Correm rumores que tirou a carta de mota...
Nuno Miguel, durante o dia é conhecido como Técnico da Unidade de Microscopia Electrónica, à noite transforma-se nesse animal de palco conhecido por Michu...
Luis Costa, eu próprio, conhecido no meio académico como o 11 (ônze), dizem que tem um blog que ninguém lê... Está comprovado científicamente que ás vezes até pensa...
Tiago Mota, nome de guerra...Pisko, dizem por ai que tem em casa um piriquito preso numa gaiola. Se a liga de protecção dos animais sabe...
Estes quatro aventureiros deram um colorido especial e desafinado à noite se S.Pedro, entoando grandes êxitos nacionais e estrangeiros a um público que nem sempre se revelou colaborante, ainda assim estes quatro lusitanos souberam estar à altura e não desiludiram (muito)...
No final do reportório, já com a fome a apertar, fomos comer bolinhos para a barraca de uma senhora de Marco de Canavesses. A noite terminou com uma corrida pelas ruas de Vila Real por motivos que não são prá qui chamados...
São estas as memórias (possíveis) de uma noite de S.Pedro...

4 comentários:

Viviana disse...

Que martelo

Viviana disse...

Que martelo
Amo-te

stkaneko disse...

Pois bem foi uma noite engraçada, reviveram-se algumas tradições esquesitas e cada vez mais dispendiosas como é partir os "jarros"!
Agora era engraçado saber porque foi necessário correr nessa noite movimentada de S.Pedro?Hum!!!

Bitó disse...

Mais uma noite de cantorias e de folias... Uma noite à qual faltaram as sardinhas assadas e o tinto, se bem que este ultimo tenha sido bem substituido pelo famoso batido de cevada (quando digo bem substituido quero referir-me à quantidade de cerveja sem nunca querer comparar a qualidade de um e outro liquido).
quanto as correrias apenas gostaria de colocar aqui uma questao que nao é da minha autoria mas sim de alguem que tambem marcou presença nessa fantastica noite:
"Então?"
como dá para perceber, era uma pessoa de poucas palavras...

Trans - Siberiano