21 de setembro de 2007

O regresso do som...

Ontem voltou o som
Aquela voz que há tanto tempo não ouvia.
Na sua doce imensidão eu murmurava,
Quando não murmurava chorava
E quando não chorava, ria...

Quem me dera prolongar a eternidade
Para adorar intemporalmente o seu falar.
A noite aqui já vai longa,
O som do adeus é como uma onda
Fazendo carícias na areia do mar...

1 comentário:

Ana Raquel disse...

Há coisas que nem a distância e o tempo nos faz esquecer....
Espero que estejas bem :)
Beijinho
Ana

Trans - Siberiano