30 de setembro de 2013

Pondo os números (das autárquicas em Vila Real) no mapa (6)...

Agora que estão apuradas todas freguesias do concelho de Vila Real (demorou!) está na hora de colocar os números no mapa. Bem... na verdade não coloco os números mas apenas a cor política do partido vencedor em cada uma das freguesias da filha de D. Diniz. Mas já lá vamos. Primeiro os totais do concelho. 

Os totais do concelho ficaram distribuídos desta forma: PS 43.96%, PPD/PSD 42.32%, CDS/PP 4.79%, PCP/PEV  2.38% e o BE 2%. Em relação ás autárquicas de 2009 o PS ganha perto de 9% de votos, um bom resultado. Depois todos os outros partidos perdem. O PPD/PSD cai 7.4% , o CDS/PP cai perto de 1% (0.98 penso eu), o PCP/PEV 0.5% e o BE dá o maior trambolhão de todos os partidos e cai... 1%. Digo isto porque o 1% que o BE perde equivale a 1/3! dos votos angariados no escrutínio de 2009. Mas a principal derrota tem que ser inequivocamente atribuída ao PPD/PSD que não segurou uma autarquia com o estatuto de histórica das hostes laranja. Podemos especular sobre as razões. Provavelmente uma combinação de um sentimento Nacional hostil face ao PSD (o que penso não ter sido determinante), uma indefinição de candidato laranja que durou mais que o "normal" e cujas explicações nunca abonaram em favor da transparência e por fim a materialização do velho ditado Jaggeriano de "you can´t always have what you want".


Mapa de elaboração própria com dados daqui. Todos os números em %. 
Linhas a tracejado indicam a antiga divisão administrativa.

Assim sendo os Vila Realenses decidiram atribuir a vantagem ao PS para este governar. O PPD/PSD terá agora que se acostumar a uma realidade estranha, a de ser oposição. A troca de cadeiras deverá gerar discussões interessantes na assembleia municipal. Também um perdedor da noite de ontem foi o CDS/PP. Um perdedor não tanto pelo número de votos (~ - 300 que em 2009) mas sim pelas declaradas ambições do CDS em quebrar a hegemonia rosa e laranja no que toca à eleição de vereadores. Tal não foi possível e o tão ambicionado posto de vereador vai ter de esperar por agora. Com as suas perdas marginais o PCP demonstra aquilo que sempre foi, um partido com uma base sólida, quase que imutável, mas que teima em não cativar eleitorado. O que o PCP tem demais - ideologia - o BE tem de menos e isso ficou provado. Enquanto que o PCP se agarra ao seu eleitorado de base para estancar o hemorragia para o PS, o BE não consegue estancar a fuga de votos.  E para onde foram esses votos? Para o PS? Não creio... O BE para mim sempre foi o partido onde se vota em protesto e não porque se acredita mesmo. A minha interpretação é que o 1% dos votos que o BE perdeu não foram para o PS nem PCP mas sim para o voto em branco (o novo voto de protesto) que só por acaso subiu 1%.

Em termos geográficos o PS ganha as ex-freguesias de N.S.Conceição, S.Diniz e São Pedro. Agora esta super-freguesia tem um nome qualquer que ocupa certamente duas linhas.  Eu decidi chamar-lhe a freguesia da Santa Trindade (alusivo à nomenclatura divina das freguesias que a originaram). Aliás, eu odeio o termo "União de freguesias X e Y" e por isso decidi dar as minhas sugestões para nomes mais originais, se bem que também mantenho a antiga nomenclatura para referência. Mas voltando ao que interessa. É na freguesia da Santa Trindade que as coisas se decidem dada a concentração de população e o PS consegue aqui a vitória decisiva com 46.43% dos votos contra 34.83% do PSD. O PS vence também em Lordelo, Mateus, Vila Marim, Lamas de Bela, Vilaroufe, Ermeira, Abaças e Guiães. Esta última freguesia está colorida a rosa mais escuro pois aqui o PS consegue 53.71% dos votos, o melhor resultado rosa da noite em Vila Real. Já nos lados do PSD a super-freguesia Constanteiras é responsável pela maior vitória laranja da noite, 60.4% dos votos. Na freguesia onde morava, Lamouços, o PSD também ganha, algo de habitual nas últimas décadas. Em termos geopolíticos o PS desenvolve-se em duas frentes. Uma a Sul com quartel em Guiães que se estende até Ermeira outra vinda de Norte de Vilaroufe até Santa Trindade. Já o PSD ficou agora dividido em duas trincheiras. Uma a Este liderada por Constanteiras e outra a Oeste tendo como posto avançado Campeã... Irónico não?

E assim foram as autárquicas de 2013 em Vila Real. Mas o mais interessante ainda está para começar... 

4 comentários:

Daniela disse...

Adorei os nomes que deste as freguesias, nao podiam ser mais originais mas o de Santa Trindade supera tudo :P

EnergyPlan disse...

Muito bem! Uma excelente descrição do escrutínio eleitoral no concelho de Vila real...
No meio disto tudo resta-me questionar se eram estes os resultados que almejavas?
Quanto aos nomes das freguesias, grande sugestão, só é pena que a tua (Lamouços) não tenha a mesma cor que a minha (Santa Trindade)...Lol...
Grande Abraço...
Tito Rodrigues





Luis Carvalho disse...

Viva Tito. Que bom ouvir notícias tuas!

Como não moro em Vila Real os resultados eleitorais são para mim apenas um pretexto para o exercício cartográfico, sem qualquer tipo de tendência partidária.

Já agora, e por curiosidade, os meus pais registaram-me na antiga freguesia de S.Diniz se bem que sempre votei em Lamouços :)

Abraços
Carvalho

EnergyPlan disse...

Então olha já somos dois a ter naturalidade em São Dinis (atual Santa Trindade)...lol
Quanto ao resto, vai dando novidades, afinal de contas és um visionário que até antecipas-te a crise e rumas-te às terras Germânicas...
Nós por aqui vamos andando até ver quando isto vai estoirar...

Abraço
Tito Rodrigues

Trans - Siberiano