29 de junho de 2007

Se amanhã não acordar é porque...


Quando a noite vem elevando a memória
E os olhares se fundem em torno da história.
Quando tudo se dissolve e a realidade não interessa
Quando o espaço se cinge ao lugar onde os corpos se abraçam,
Quando o relógio anda mas as horas não passam.

E assim vamos mudando a cadência das noites e dos dias
E assim vamos sobrevivendo envolvidos num calor doente,
Contando mágoas e alguns segredos
Num dialecto que mais ninguém entende...

#142 by Luís Carvalho

3 comentários:

Ana Raquel disse...

Lindo...muito bonito mesmo.
As palavras fazem todo o sentido mesmo quando traduzem um estado de espirito triste.
Parabéns. Sehr schön :)

Anónimo disse...

Luis
Triste? Espero que não.
É bonito...
Um abraço
Dominic

Luis_Carvalho disse...

Dominic... que bom vê-lo por cá...

Abraços para a família... Já agora, espero que a nova casinha seja confortável...

Abraços

Trans - Siberiano